Retorne ao SPIN

13 de fevereiro de 2015

Coisas da "República do Paraná" e sua justiça seletiva

SEGUNDO MERVAL, DELATADO PRECISA PROVAR INOCENCIA, por André Araújo, no GGN
O sempre insuperavel Merval Pereira alega hoje que quem for acusado pelos delatores da Lava Jato PRECIA PROVAR INOCENCIA, invertendo assim o onus da prova tradicional no direitos das gentes há seculos.
Se o vizinho do Merval for à policia e disser que ele é um traficante de armas, cabe ao Merval se virar para provar que não é. Nem o Bolo Haram tripudia assim sobre regras elementares de Direito.
Merval avaliza o ""novo Direito paranaense", onde a fonte do Direito é o delator.
O grande projeto do Paraná para aumentar o PIB é construir mais cadeias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário